Cidades Notícias

Três nomes disputam apoio de Jeferson à sucessão em Madre de Deus

A ex-prefeita e atual secretária de Educação, Eranita de Brito, foi a última a se lançar pré-candidata à sucessão municipal, na segunda-feira, 30, o que também já havia feito anteriormente o empresário Valdenir Noronha e o vereador licenciado e atual secretário de Cultura, Marden Lessa.

Com os três nomes aparecem bem nas pesquisas não oficiais, os candidatos trazem aspectos distintos em relação a uma possível condução de mandato em Madre de Deus, cidade na Região Metropolitana a 63 km de Salvador.

Nita acumula no curriculum a experiência de ter comandado a cidade por sete anos. A principal marca na gestão foram os benefícios cedidos aos servidores públicos e o trato com a questão educacional. Por falar em educação, no cargo como secretária de Educação, Nita ajudou a implantar a primeira rede escolar de tempo integral de todo o Brasil, em Madre de Deus.

Noronha, por sua vez, é um empresário bem-sucedido não só emMadre, mas em toda região graças à facilidade de gerenciamento dos negócios e geração de empregos diretos e indiretos. O mesmo tem a favor a tendência nacional que alguém de fora do meio político possa chegar a um cargo público com o objetivo mudar e modernizar a gestão municipal. Tais características o credenciam para disputar as eleições com chances claras de sucesso, além de ser uma nova opção para os eleitores que defendem renovação na cidade.

Já Marden é tido como um político arrojado e bom articulador! Ao longo da vida pública aumentou a votação a cada eleição, foi líder do governo e sempre teve discursos fortes e eloquentes em relação ao município. Agora na secretaria, Marden vem defendendo uma gestão participativa que envolve músicos, alunos, pais e diversas manifestações culturais de Madre de Deus.

Além da experiência legislativa, no curriculum, Marden é um forte defensor da causa LGBT+, figurando-se numa boa opção para a população madredeusense. Com pouco tempo na cultura, o vereador já demonstra habilidade para comandar o município pelos próximos 4 anos.

Jeferson

O prefeito Jeferson Andrade, que exerce o segundo mandato e não pode ser candidato, ainda não se manifestou sobre o assunto, mas informações de pressoas próximas ao gestor dão conta que ele deve apresentar um nome à população em dezembro deste ano. Nossa equipe tentou falar com o prefeito, mas não obteve sucesso.

Madre de Deus

Cidade com 21 mil habitantes, aproximadamente 13 mil eleitores, onde fica o Terminal Marítimo da Petrobras (Temadre) e teve uma receita, em 2018, de R$ 153.113.554,42, o município é subdividido em duas macro-áreas: as Ilhas de Madre de Deus, que dá nome à cidade, e de Maria Guarda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

leia também

%d blogueiros gostam disto: