Mundo

Morre a Rainha Elizabeth aos 96 anos, na Escócia

A Rainha Elizabeth II faleceu aos 96 anos de idade. A monarca, que ocupou o trono britânico por mais de sete décadas e foi uma das monarcas mais longevas da história, deve ser sucedida pelo filho mais velho, o príncipe Charles, de 73 anos.

Na quinta-feira (8), o Palácio de Buckingham emitiu um comunicado falando sobre o estado de saúde delicado da monarca. Na ocasião, Membros da família real foram chamados para ir ao palácio de Balmoral, na Escócia, residência de férias onde Elizabeth II estava há mais de uma semana.

A história:
Elizabeth Alexandra Mary, conhecida a partir de 1952 como rainha Elizabeth II, nasceu em Londres, no dia 21 de abril de 1926. Ele era filha de Albert Frederick Arthur George, o duque de York, e de Lady Elizabeth Bowes-Lyon. Durante o nascimento de Elizabeth, o rei do Reino Unido era Jorge V, e seu pai, o duque de York, era o segundo na linha de sucessão ao trono inglês.

Elizabeth virou herdeira direta do trono quando seu tio, Eduardo VIII, abdicou do trono para casar-se com uma norte-americana divorciada chamada Wallis Simpson. Com isso, Elizabeth tornou-se a herdeira imediata ao trono britânico. No entanto, como mencionado, se seu pai tivesse um filho, este tomaria seu lugar na linha de sucessão. Quando seu pai foi coroado rei do Reino Unido, Elizabeth tinha apenas 10 anos de idade.

Mundo

Incêndios florestais atingem França e Espanha

Incêndios florestais atingiram o sudoeste da França e da Espanha neste sábado, forçando milhares de pessoas a saírem de suas casas enquanto as altas temperaturas de verão colocam autoridades em alerta em partes da Europa. Em Portugal, diversas provincias (estados no Brasil) tem sido vítimas de incêndio florestal.

Mais de 12.200 pessoas já foram retiradas da região francesa de Gironda, na manhã deste sábado, enquanto mais de 1.000 bombeiros tentam controlar as chamas, informaram autoridades regionais em comunicado.

Temos um incêndio que continuará se espalhando enquanto não for estabilizado“, disse Vincent Ferrier, vice-prefeito de Langon em Gironda, durante coletiva de imprensa.

Os incêndios florestais têm devastado a França nas últimas semanas, bem como em outros países europeus como Portugal e Espanha, com quase 10.000 hectares em chamas na região de Gironda neste sábado, contra 7.300 hectares atingidos na sexta-feira.

Na vizinha Espanha, os bombeiros lutam contra uma série de incêndios neste sábado, após dias de temperaturas excepcionalmente altas que chegaram a atingir 45,7ºC.

A onda de calor de quase uma semana causou 360 mortes relacionadas às altas temperaturas, de acordo com dados do Instituto de Saúde Carlos III.

Mais de 3.000 pessoas já foram retiradas de suas casas devido a um grande incêndio perto de Mijas, uma cidade na província de Málaga que é popular entre os turistas do norte da Europa, disseram os serviços de emergência da região em um tuíte mais cedo neste sábado.

Muitos foram levados para abrigos em um centro esportivo da província.

“A polícia dirigiu para cima e para baixo na estrada com suas sirenes ligadas e todos foram instruídos a sair. Apenas sair. Sem instruções para onde ir”, disse o aposentado britânico John Pretty, de 83 anos.

É assustador… porque você não sabe o que está acontecendo”, disse o morador belga Jean-Marie Vandelanotte, de 68.

Em outros lugares na Espanha, os incêndios atingiram a região da Extremadura, perto das Casas de Miravete, enquanto helicópteros jogavam água nas chamas que se espalharam por 3.000 hectares. Duas aldeias foram evacuadas, e o parque nacional de Monfrague quase foi atingido pelas chamas.

Também há relatos de incêndio na região central de Castela e Leão e na Galiza, no norte.

Fonte: Agência Brasil

Mundo

Cidade na Argentina é invadida por besouros

Uma onda de calor que afetou parte da Argentina na semana passada provocou uma invasão de besouros em Santa Isabel, que fica a cerca de 860 km a oeste de Buenos Aires, na província de La Pampa, região central do país.

Os besouros cascudos invadiram parques, casas, estacionamentos e prédios públicos na cidade. Apesar da cena, os insetos não representam riscos para a saúde das pessoas.

De acordo com o jornal local La Voz, nesta época do ano, é normal que os besouros saiam para se reproduzirem. No entanto, o forte calor fez com que a população de insetos procurasse mais iluminação; e a cidade, que fica em uma região desértica, foi o destino encontrado.

Uma família precisou chamar a polícia para ajudar devido à invasão de besouros em sua casa. Os agentes ajudaram a retirar cinco caixas cheias de insetos.

Para combatê-los, algumas cidades como Telén, Victorica e Carro Quemado, que ficam ao lado de Santa Isabel, desligaram a iluminação pública e acenderam tambores com fogo. Embora sejam completamente inofensivos, esses insetos pesados ​​colidem violentamente com tudo em seu caminho; por isso é recomendável cobrir o rosto e os olhos para evitar ferimentos por impacto.

Mundo

Idosa roubava pessoas mortas no caixão

Uma idosa foi presa na cidade de Liévin, na França, por roubar as jóias de uma morta que estava numa casa funerária.

Conforme a BBC, a mulher foi detida na sequência de uma investigação da polícia após as suspeitas dos familiares da falecida que foi espoliada dos seus pertences.

A detida foi vista na casa funerária supostamente prestando luto junto ao caixão. Ela disse aos familiares que era amiga da mulher que tinha morrido.

Os parentes não deixaram ela sozinha junto ao caixão e quando saíram perceberam que o colar, o anel e os brincos da familiar morta tinham desaparecido.

A polícia francesa descobriu que a suspeita vivia perto da casa funerária e encontrou as jóias desaparecidas na sua posse. A polícia ligou posteriormente a mulher ao roubo da carteira de um corpo que também estava na mesma casa funerária. Durante as buscas na casa da mulher, os agentes encontraram várias notícias da morte das pessoas naquela zona. A suspeita vai comparecer ao tribunal no próximo ano.

Mundo

Mais de mil estão desaparecidos após inundações na Europa Ocidental

Mais de mil de pessoas estão desaparecidas e mais de 120 morreram após inundações no oeste da Alemanha e na Bélgica nesta sexta-feira. Casas foram destruídas na região e novas enchentes são temidas pela população local.

Comunidades inteiras estão em ruínas desde que rios transbordaram e varreram cidades pequenas e vilarejos na Alemanha, na Bélgica e na Holanda.

“Foi tão horrível, não conseguimos ajudar ninguém. As pessoas gesticulavam pelas janelas”, disse Frank Thel, um morador de Schuld, à Reuters diante de uma pilha de destroços na cidade, onde vários edifícios desmoronaram.

Só na Alemanha, 103 pessoas já morreram, a maior perda de vida em desastre natural em quase 60 anos no país. Teme-se que este número cresça, já que mais casas desabaram, enquanto na Bélgica autoridades disseram que pelo menos 20 pessoas morreram e outras 20 estavam desaparecidas. “As águas estão subindo cada vez mais. É assustador”, disse Thierry Bourgeois, de 52 anos, na cidade belga de Liege.

A infraestrutura foi completamente destruída, e a reconstrução custará muito tempo e dinheiro, disse a premiê do estado alemão da Renânia-Palatinado, Malu Dreyer. “O sofrimento só aumenta”, acrescentou.

Redes de telefonia móvel estão inativas em algumas das regiões assoladas por inundações, o que impede o contato com familiares e amigos.

Mais ao norte, em Erftstadt, perto de Colônia, também na Alemanha, várias casas desabaram na manhã desta sexta-feira, e equipes de resgate estão tendo dificuldade para alcançar moradores de barco. Estradas ao redor de Erftstadt estão intransitáveis, já que foram varridas pelas inundações.

O ministro alemão do Interior, Horst Seehofer, disse que o governo federal pretende fornecer apoio financeiro às regiões afetadas o mais rápido possível, acrescentando que um pacote de medidas deve ir ao gabinete para receber aprovação na quarta-feira.

Mundo

Atriz é presa após tirar foto sem roupa com filho de 7 anos

Rosemond Brown, mais conhecida como Akuapem Poloo, foi condenada a três meses de prisão em Gana, seu país natal. O motivo? A atriz postou uma foto sem roupa ao lado do filho, de sete anos, em julho do ano passado para celebrar o aniversário do garoto.

No registro, a artista aparecia agachada, com os seios cobertos pelo cabelo, segurando as mãos do herdeiro. O pequeno, por sua vez, estava apenas de cueca e olhava a mãe nos olhos.

A imagem foi bastante criticada. Diante da repercussão negativa, Akuapem Poloo apagou o post e se desculpou. Contudo, foi intimada pela polícia mesmo assim.

Durante o processo, que culminou na detenção da famosa, tanto a defesa quanto a acusação pediram para que ela recebesse uma pena que não envolvesse prisão.

Entretanto, de acordo com a “BBC”, a juíza do caso decidiu colocar a atriz atrás das grades para que ela servisse como exemplo. Para a magistrada, Gana passa por um momento de decadência moral que precisa ser interrompido.

Poloo foi condenada por ameaça à privacidade e à integridade de outra pessoa, material obsceno e violência doméstica.

Mundo

Argentina inicia campanha de vacinação contra covid-19 com a Sputnik V

A Argentina iniciou uma campanha de vacinação contra a covid-19 com a aplicação da Sputnik V e se tornou o primeiro país da América Latina a inocular sua população com o imunizante do laboratório russo Gamaleya.

A campanha começou de forma simultânea em todo o país e tem como prioridade a vacinação voluntária dos profissionais da saúde em uma primeira etapa.

“A ideia é começar a vacinação com os que estão mais expostos ao risco. É realmente épico fazer a maior campanha de vacinação da Argentina com igualdade de acesso”, disse o ministro da Saúde Ginés González García, ao iniciar o processo no Hospital Posadas de Buenos Aires.

Neste hospital, a médica de UTI Flavia Loiacono foi a primeira pessoa a receber a Sputnik V.

A Argentina é o quarto país latino-americano que começa a vacinação contra a covid-19, depois do México, Costa Rica e Chile, que aplicam a vacina do laboratório Pfizer.

“Teremos que continuar nos cuidando porque, até que a vacina faça efeito em nível comunitário, vão passar alguns meses”, alertou o ministro.

A Sputnik V prevê uma segunda dose para ser aplicada 21 dias após a primeira.

A primeira remessa com 300.000 doses chegou da Rússia na Argentina em 24 de dezembro.

O acordo com a Rússia contempla outras 19,7 milhões de doses que serão entregues entre janeiro e fevereiro, com a possibilidade de comprar mais 5 milhões.

Para imunizar sua população, a Argentina lançou uma campanha que contará com 116.000 enfermeiros em 7.749 estabelecimentos e a colaboração de outros 10.000 voluntários.

O país registra desde março mais de um milhão e meio de contágios e 42.868 mortos.

Além deste acordo, a Argentina assinou também outros de fornecimento de vacinas com a Universidade de Oxford associada com a farmacêutica AstraZeneca e com o mecanismo Covax da Organização Mundial da Saúde (OMS). Também negocia a chegada do produto do laboratório Pfizer.

O governo de Alberto Fernández planeja adquirir um total de 51 milhões de doses de vacinas contra a covid-19.

Mundo

Professora acusada de estuprar aluno de 16 anos é presa

Uma professora do ensino especial foi acusada de estupro por ter mantido relações sexuais com um aluno.

De acordo com o NY Post, Andee Lantz, 26 anos, é acusada de manter uma relação com um estudante de 16. Ela foi detida no dia 18 de dezembro. A professora de Oklahoma admitiu o crime e manteve relações com o adolescente por, pelo menos, três vezes. Ela foi libertada no dia 23 deste mês, após o pagamento de uma fiança.

O caso tornou-se público depois que o estudante compartilhou uma foto da professora nua, entre os seus colegas da Carnegie Public Schools. Quando a docente foi inicialmente confrontada com a imagem, professora e aluno negaram qualquer envolvimento. Mas a professora veio, mais tarde, a assumir a relação, afirmando que foi o jovem que teve a primeira abordagem, beijando-a durante um jogo.

A publicação norte-americana salienta que os jovens são consideradosmaiores a partirdos 16 anos, no que diz respeito ao consentimento para relações sexuais, contudo relacionamentos entre estudantes e professores são ilegais no estado.

Andee renunciou à profissão em novembro. A professora, que é acusada de agressão sexual em segundo grau, volta a tribunal, em março do próximo ano.

Mundo

Mulher de 31 anos tem Coronavírus na gravidez e bebê nasce com anticorpos contra doença

Um bebê nasceu em Singapura com anticorpos contra a Covid-19, após a mãe ser infectada pela Covid-19 na gestação. O nascimento aconteceu esse mês, e a mãe, Celine Ng-Chan, de 31 anos, testou positivo no mês de março, no início da gestação.

A informação foi publicada no jornal “Straits Times” neste domingo (29).

Na época em que testou positivo Celine apresentou sintomas leves e recebeu alta do hospital após duas semanas e meia, traz reportagem do G1.

Sobre a possibilidade de uma grávida passar anticorpos para o filho, a Organização Mundial de Saúde (OMS) fez uma declaração em que afirma que ainda não se sabe.

Até o momento, o vírus ativo não foi encontrado em amostras do fluido que fica ao redor dos bebês durante a gestação, bem como no leite durante a gestação.

(Fonte: jornal Straits Times )

Mundo

Trump irá para hospital militar para tratar do novo coronavírus

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump passará alguns dias em um hospital militar para dar seguimento ao tratamento médico para a Covid-19.

De acordo com informações da GloboNews, Trump será transferido por precaução.

Trump deve deixar a Casa Branca de helicóptero ainda nesta sexta-feira (2) para o Centro Médico Militar Nacional Walter Reed.

%d blogueiros gostam disto: