Cachoeira Notícias

Câmara firma acordo com prefeitura e não cumpre, segundo prefeito

A festividade de 25 de Junho, onde é comemorado Cachoeira como a primeira capital da Bahia, finaliza as festividades do mês de junho na cidade. Essa comemoração é sem dúvida um marco cultural e turístico no recôncavo baiano. Entretanto, nem tudo são flores na organização da “Independência” do município.

Um acordo mal estabelecido entre a Prefeitura Municipal de Cachoeira, e a Câmara Municipal de Vereadores, acabou invertendo os papéis de quem deveria arcar com as despesas das festas.

Segundo o prefeito da cidade Fernando Antônio Pereira (Tato), que concedeu uma entrevista ao programa Rádio Total da Rádio Paraguaçu FM, na manhã desta quarta-feira, 19, explicou como ocorreu essa negociação.

“Nós sentamos na prefeitura, onde o presidente da câmara foi junto com sua procuradora Doutora Silvana, junto com meu procurador Doutor Igor, junto com alguns vereadores de oposição e alguns vereadores de situação, onde lá fizemos um acordo. Acordo esse que nem deveria ter feito. Porque a obrigação de fazer os festejos, é da Câmara Municipal de Vereadores de Cachoeira.”

De acordo informações do Prefeito Fernando, foi estabelecido um acordo para que a prefeitura desse 50% do recurso para a realização dos festejos e a câmara desse os outros 50%.

“Infelizmente ontem, o presidente da câmara me ligou, dizendo que não ia poder devolver os 50% porque o setor jurídico da câmara disse que ele não poderia Fazer esse repasse agora, inclusive impetraram um mandato de segurança, para que a prefeitura pagasse o valor agora integralmente.” Relatou o Prefeito.

No fim das contas, a Prefeitura de Cachoeira custeou 100% do festejo, totalizando um gasto de 68 mil reais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

leia também

%d blogueiros gostam disto: