Polícia

Delegado que recuperou celular de Ministro da Justiça em favela ganha cargo no Planalto

O delegado federal Rodrigo Piovesano Bartolomei, que liderou a operação para resgatar o celular perdido do ministro da Justiça André Mendonça em um favela no Rio de Janeiro, em agosto passado, ganhou um cargo no Gabinete de Segurança Institucional, no Palácio do Planalto.

Segundo o colunista Guilherme Amado, da Época, a cessão da PF para o Planalto foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (29) e assinada pelo secretário-executivo do Ministério da Justiça, Tércio Tomando.

Na ocasião, 15 policiais militares e federais fizeram uma operação na comunidade Três Pontes, em Cosmos, Zona Norte do Rio, atrás de um motorista de aplicativo, em cujo carro Mendonça esqueceu o aparelho. Cinco carros da polícia participaram da ação, que durou duas horas.

Bartolomei ocupará o cargo que cabe à PF no GSI. Nenhuma das partes soube informar quem indicou o delegado para a função.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

leia também

%d blogueiros gostam disto: