Mundo

Itália reduz números de parlamentares

A Itália aprovou por referendo a redução do número de parlamentares nesta segunda-feira (21), uma reforma histórica que reduzirá em um terço as cadeiras no Congresso. O número de deputados e senadores passará de 945 para 600 na próxima legislatura.

Segundo a boca de urna realizada pela emissora RAI, o “sim” teve uma porcentagem dos votos que deverá ficar entre 60% a 64% do total, e o “não”, de 36% a 40%. Essa era promessa eleitoral do Movimento 5 Estrelas (M5E, um partido antissistema).

A Itália tem o segundo maior parlamento da Europa, atrás do Reino Unido (cerca de 1.400) e à frente da França (925).

Esta é uma boa notícia para o governo liderado por Giuseppe Conte, que espera resistir nas eleições realizadas no domingo e nesta segunda-feira em sete regiões, incluindo Toscana e Apúlia.

Os candidatos da extrema direita e da esquerda nessas duas regiões-chave tiveram bons resultados, de acordo com pesquisa de boca de urna realizada pelo canal de televisão Sky TG 24.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

leia também

%d blogueiros gostam disto: