Polícia

Mulher é detida após marido se matar por ‘falta de sexo’

Uma mulher, de 32 anos, foi presa em Ahmedabad (Gujarat, Índia) após o marido se suicidar alegando sofrer com a “falta de sexo” em casa.

A prisão foi feita após a sogra, identificada como Mjuli, apresentar queixa à polícia local, contou o “Times of India”. Segundo ela, o filho, Surendrasinh, não dormia mais com a esposa, Geeta Parmar, com a qual estava casado havia quase dois anos.

Na queixa, Muli alega que a nora não cumpria as atribuições de esposa, o que levou o filho ao suicídio. Geeta foi acusada de “contribuir para o suicídio do marido”, ocorrido em 27 de julho.

“Uma vez, entrei no quarto de meu filho e descobri que ele e a minha nora estavam dormindo em camas diferentes. Quando perguntei a meu filho sobre isso, ele me disse que eles não tinham relações, pois Geeta havia feito um voto de que não dormiria com seu marido”, declarou Muli.

Dias antes do suicídio, Geeta deixou a casa onde vivia com Surendrasinh e foi morar com os pais. (Extra)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

leia também

%d blogueiros gostam disto: