Prefeitura de Santo Amaro inicia Projeto Sorrisos Especiais

Santo Amaro

Com o objetivo de promover a assistência especializada e interdisciplinar para as crianças com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), a Prefeitura de Santo Amaro, através da Secretaria de Saúde e das Coordenações de Saúde Bucal e Mental, iniciou nesta quarta (7) o Projeto Sorrisos Especiais para o atendimento em Saúde Bucal no Centro de Especialidades Odontológicas. Essa é mais uma ação para dar assistência e visibilidade a conscientização do autismo no município de Santo Amaro.

“Estamos oferecendo aos pacientes com (TEA) a assistência odontológica que também é muito importante, assim como a saúde mental dessas crianças. O nosso intuito é mostrar para a comunidade que nos estamos oferecendo um serviço capacitado e de qualidade não apenas para crianças com TEA, mas com outros transtornos também”, explicou a cirurgiã dentista e responsável pela especialidade aos pacientes com necessidades especiais, Tâmara Santana.

Ainda de acordo com ela, essa é mais uma ação para apresentar ao município que a Saúde está preparada para atender esses pacientes especiais. “Cada caso é um caso. Se a criança nunca teve contato com um dentista, a gente vai fazer um acolhimento dela nesse ambiente, apresentando os instrumentos, os materiais que usamos. Tem crianças que são sensíveis a esses sons, então primeiro precisamos ambientá-las ao nosso espaço de trabalho. A medida que a gente for conseguindo ganhar a confiança deles, colocaremos em prática os procedimentos que cada um precisa dentro de suas necessidades”, destacou.

A psicóloga, Jade Isis, relata que a utilização de tecnologia durante o atendimento promove aspectos como orientação, atenção e percepção. “Esse fator associado à ludicidade faz com que a adesão ao tratamento seja mais efetivo e prazeroso para as crianças”, explicou. Enfatizando que “as crianças com autismo, na sua maioria, trazem características como sensibilidade excessiva nas extremidades corpóreas, e o uso do óculos 3d faz com que o terapeuta acesse o mundo infantil e proporcione uma experiência positiva ao paciente”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *